BLOG DE NOTÍCIAS




Qualquer pessoa pode sofrer com a depressão?

Cuidados pela Vida

Qualquer pessoa pode sofrer com a depressão?

 

Imagem do post Qualquer pessoa pode sofrer com a depressão?

A depressão é uma das doenças psiquiátricas mais frequentes no mundo, causando apatia, problemas de autoestima e até pensamentos suicidas. Apesar disso, ainda há muita desinformação e preconceito a respeito da doença. É preciso mudar este quadro, já que qualquer pessoa pode sofrer com a depressão e, assim, precisar de ajuda dos familiares e de um profissional especializado.

Depressão pode aparecer em qualquer pessoa e em diferentes épocas da vida


“No Brasil, a depressão afeta 10,4% das pessoas e pode aparecer em qualquer indivíduo e em qualquer época da vida, sendo ligeiramente mais comum em pessoas entre os 18 e 25 anos e do sexo feminino”, afirma o psiquiatra Giovani Missio. Entre os jovens, o suicídio é preocupante: segundo o Ministério da Saúde, é a quarta causa de morte entre os 15 e 29 anos de idade.

De acordo com os estudos mais avançados sobre o tema, a depressão surge como resultado de mudanças na quantidade de neurotransmissores no cérebro e qualquer indivíduo pode, em algum momento da vida, apresentar esse desequilíbrio. Vale destacar, no entanto, que pessoas com predisposição genética estão mais sujeitas a sofrer com a doença.

Histórico familiar facilita desenvolvimento de depressão


Ter familiares que já passaram pela depressão é, inclusive, um dos maiores fatores de risco para a doença. “Os principais fatores de risco são história familiar de depressão, mudanças de vida, trauma e estresse. Outras doenças crônicas, como cardiopatias, diabetes e câncer, também aumentam o risco para o aparecimento do transtorno. Estas últimas, em especial, nas idades mais avançadas”, diz o especialista.

Além disso, pacientes com outras doenças psiquiátricas, como ansiedade, fobias e abuso de substâncias, também estão mais sujeitos a desenvolver depressão. Esses casos são chamados de comorbidades e precisam de uma atenção especial. O tratamento, por exemplo, deverá abranger o controle dos sintomas dos dois ou mais problemas diagnosticados.

Dr. Giovani Missio é psiquiatra, graduado pela Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD), especialista pela Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP) e atua em São Paulo. CRM-SP: 127682.

Betton Seguros

WhatsAppBusiness